Páginas

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Preconceito; uma realidade viva

A cada dia que passa, mas tenho certeza do quanto somos preconceituosos, orgulhosos, vaidosos. Colocamos nossos valores acima dos outros, destratamos magoamos as dores alheias nos fazemos fortes em cima dos defeitos dos outros. Muitas vezes deprimindo, rebaixando, gargalhando sorrisos sinicos por uma fraqueza que inerente ao outro ser.
No mundo, nos dias de hoje tentamos mascarar as nossas atitudes perversas por trás de palavras carregadas de veneno, e gestos que deixam claro a nossa falta de compatibilidade com o próximo, e o interesse cada vez mais latente em nossas veias, nos faz atrair sentimentos negativos que nos tornam cada vez mais competitivos e ora por vez acabamos aniquilando os nossos irmãos. E eles que são atingidos como será que se sentem? Como será possível viver numa sociedade que se exige tanto perfeccionismo? Que se esquecem valores que nos aproximariam mais nos deixariam mais ligados, mas unidos? Mas não parece que estamos mais preocupados em nos afastarmos em denegrir a moral alheia.
Ao invés de criticar vamos ajudar, vê as coisas como elas são e aceitar que cada um de nós somos diferentes uns dos outros, que não adianta caracterizar problemas e preconceituar, apontar os defeitos e diferenciar, isso só irá causar nossa separação, separar, vamos procurar nossa valorização, consertar, reparar nossas atitudes repensar nossas idéias, solucionar, procurar ajudar a quem precisa de ajuda, não somos melhores que ninguém estamos apenas em situações diferentes, somo irmãos a igualdade tem que reinar vamos dar as mão e a união acontecerá.

Um comentário:

  1. Teu blog é ótimo, parabéns!

    Vem conhecer o meu:
    leiakarine.blogspot.com

    ResponderExcluir